Blog

ENTENDA O QUE SÃO METODOLOGIAS ÁGEIS

ago , 4
ENTENDA O QUE SÃO METODOLOGIAS ÁGEIS

Hoje vamos falar sobre metodologias ágeis. Você sabe o que elas são?

Antes de mais nada, vale dizer que esse é um conceito relativamente novo. Ele surgiu a partir do Manifesto Ágil, lançado em 2001 por um grupo de 17 desenvolvedores de software

Em resumo, metodologias ágeis são práticas que proporcionam uma forma de gerenciar projetos mais adaptável às mudanças. Elas são estruturadas em ciclos curtos, sendo que a cada um deles entrega-se um conjunto de funcionalidades predeterminado. Logo, as metodologias ágeis têm como principal restrição o tempo e são caracterizadas sobretudo por produzirem entregas rápidas e frequentes.

O intuito dos métodos ágeis é fazer frente aos modelos tradicionais de desenvolvimento, com frequência apontados como lentos e burocráticos. Em outras palavras, o objetivo é reduzir esse ciclo para semanas ou meses – até porque, nos modelos “conservadores”, ele pode durar anos.

Os métodos ágeis estão cada vez mais presentes no dia a dia de quem trabalha com gestão de projetos e desenvolvimento de produtos e serviços.  Em geral, é um tema que provoca dúvidas, principalmente nos contextos em que os gestores de projetos precisam adotar maneiras práticas para conduzi-los.

Segundo o PMBOK Um Guia do Conhecimento em Gerenciamento de Projetos, do Project Management Institute (PMI), um projeto é “um esforço temporário empreendido na criação de um produto, serviço ou resultado único. Sua natureza temporária indica que ele tem início e término bem definidos e que o término é atingido quando seus objetivos são alcançados ou quando o projeto é encerrado”.

Ou seja, pouco importa se seu projeto é grande ou pequeno. Se dura anos ou dias. Se seu orçamento é bilionário ou se atinge somente alguns reais. A partir da concepção até a operação, ele certamente passará pelas quatro fases do Ciclo de Vida de um Projeto:

 

  1. INÍCIO DO PROJETO;
  2. ORGANIZAÇÃO E PREPARAÇÃO;
  3. EXECUÇÃO DO TRABALHO;
  4. ENCERRAMENTO DO PROJETO.

 

E QUAIS SÃO AS VANTAGENS DOS MÉTODOS ÁGEIS?

 

  1. ENTREGAS MAIS RÁPIDAS: a metodologia ágil pode ser uma ótima solução para quem busca bons resultados em um curto prazo. A cada etapa de entrega, o produto é apresentado ao consumidor com funções implementadas. Assim, ele pode determinar aquilo que está conforme seus desejos ou não. Como consequência disso, você consegue realizar alterações logo no início do processo de criação. Ademais, não precisa gastar grandes recursos em processos de especificações de requisitos longos e demorados.
  2. PROCESSOS FLEXÍVEIS: um dos pontos mais relevantes das estratégias ágeis é a flexibilidade. As mudanças são sempre bem-vindas e administradas com muito cuidado, de modo a não gerar gargalos para o desenvolvimento. A colaboração e as reuniões com o cliente, por exemplo, ajudam a garantir essa tranquilidade.
  3. GERENCIAMENTO DE RISCOS: por mais bem preparada e capacitada que a sua gestão seja, imprevistos podem acontecer. Nessas horas, é essencial que todos os envolvidos estejam engajados e alinhados no seguinte objetivo: criar um produto de qualidade e que atenda às necessidades do mercado. Essa metodologia garante o sucesso do projeto ao ofertar ao cliente pequenas amostras do resultado. Desse modo, os riscos de fracasso são reduzidos, e a sua estratégia torna-se mais competitiva.
  4. MAIOR CONTROLE SOBRE CUSTOS E PRAZOS: as estratégias ágeis implicam menor incidência de erros e, consequentemente, a diminuição de custos. São processos mais simples, menos documentação, maior interação e uma produção mais rápida e eficiente. Com isso, a empresa é capaz de reduzir o consumo de recursos e o tempo de desenvolvimento.
  5. ALINHAMENTO COM CLIENTES: as metodologias ágeis privilegiam o constante alinhamento às especificidades do cliente, bem como uma gestão de mudanças mais inteligente. Dessa maneira, é possível alinhar-se melhor aos requisitos definidos e às expectativas de cada consumidor. Com efeito, a cada ciclo, a equipe se torna mais próxima daquilo que o contratante deseja.
  6. REDUÇÃO DE FALHAS: como resultado desse melhor alinhamento entre as partes, as falhas também diminuem. Isso porque cada membro conhece melhor sua função e coopera com o resultado de maneira mais engajada, participando ativamente da construção da solução. Por isso, os resultados ganham qualidade.

 

AS PRINCIPAIS METODOLOGIAS ÁGEIS

Após entender o conceito e as vantagens, agora você vai conhecer os principais tipos de metodologias ágeis. Somente assim você poderá avaliar qual o melhor para a sua empresa.

 

1. Scrum

É um framework cuja solução é voltada para o gerenciamento de projetos nos quais os profissionais conseguem trabalhar juntos na resolução de problemas complexos de forma mais criativa e adaptável. Por consequência, garantem-se resultados mais eficientes e de alto valor.

 

2. Lean

Foi difundido no cenário das startups e é indicado para projetos reduzidos e mais objetivos. Seu foco principal é identificar e eliminar de forma eficiente os desperdícios dentro de uma organização ou durante a realização de algum projeto.

Dessa forma, existe uma redução de custos, além da diminuição na complexidade das tarefas realizadas – o que resulta em melhora nas entregas. Ocorre, ainda, o aumento da produtividade da equipe e o melhor compartilhamento de informações.

Esse método é indicado para a validação de ideias e hipóteses e é constituído por três passos:

 

  1. construir;
  2. medir;
  3. aprender.

 

3. Kanban

Essa metodologia ágil ganhou posição de destaque nos últimos anos.Trata-se de uma maneira de realizar o gerenciamento de projetos com um poder de adaptação para qualquer tipo de negócio. Seu principal objetivo é buscar a evolução e não a revolução, permitindo que a organização dos processos seja feita de uma maneira visual.

Nesse sentido, é preciso criar um quadro e dividi-lo da seguinte forma:

 

  • To Do – atividades que precisam ser realizadas;
  • Doing – atividades que estão sendo realizadas;
  • Done – atividades que já foram finalizadas, avaliadas e aprovadas pela equipe.

 

4. Smart

É um método ágil de definição de metas, as quais se baseiam em 5 fatores:

 

  • S (específica) – sua meta deve ser bem específica, a fim de atingir um ponto de cada vez;
  • M (mensurável) – sua meta deve ser mensurável;
  • A (atingível) – as metas estabelecidas devem desafiar o time, ao mesmo tempo em que devem ser alcançáveis;
  • R (relevante) – as metas devem ser relevantes para o resultado final da empresa ou do processo;
  • T (temporal) – é preciso definir um prazo limite para a entrega do projeto.

Como você pôde perceber, existem diversos métodos que auxiliam na redução de custos e no aumento da satisfação dos clientes. No entanto, a análise dos pontos positivos e negativos de cada um deles é fundamental para que se obtenha bons resultados.

Por fim, uma dica importante: ao escolher uma metodologia e perceber que ela não está funcionando como desejado, não hesite. Troque-a por outra que ofereça soluções para os seus problemas com mais eficiência.

Aqui na Formiga Marketing, estamos sempre em contato com nossos clientes, buscando e recomendando a melhor solução caso a caso. Portanto, se você deseja saber mais sobre esse e outros temas, não deixe de acompanhar o nosso blog. A gente se vê lá!

FALE CONOSCO PARA MAIORES DETALHES!

Post a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Open chat
1
Como podemos te ajudar?
Oi! Podemos te ajudar?