Blog

Marketing digital: 7 dicas para você ter sucesso

Maio , 20
Marketing digital: 7 dicas para você ter sucesso

Sabemos o quanto o marketing digital deixou de ser importante atualmente e passou a ser necessário. Devido ao isolamento social imposto pela pandemia da Covid-19, praticamente todas as pessoas foram forçadas a consumir quase unicamente on-line. Com isso, o uso de canais e ferramentas digitais saltou agressivamente. Agora, os 73% dos pequenos negócios que eram invisíveis no Google estão correndo atrás do tempo perdido.

Caso você seja um deles, este post é para você! Confira algumas dicas essenciais que preparamos tanto para quem está começando quanto aos que desejam aprimorar seu trabalho de marketing digital.

1. Conheça seu público

Antes de tudo, você precisa entender sua audiência para escolher o canal, o conteúdo e a forma adequada de comunicação. Você sabe a idade, o gênero, a cidade de residência, os hábitos e valores dos seus clientes? E se eles têm filhos ou não?

Caso não saiba, em primeiro lugar, busque tais informações. Você pode obter dados dos seus seguidores na área de “informações” do Instagram e Facebook. Também é possível descobrir perguntando – literalmente! – e, em seguida, cadastrar esses dados em uma base de contatos. Uma simples planilha de Excel já vale.

Por fim, outra sugestão é fazer uma pesquisa on-line com o Typeform, por exemplo.

2. Google Meu Negócio

Um dos recursos mais básicos para quem está começando é o Google Meu Negócio. Trata-se de uma ferramenta gratuita do Google para fazer com que sua empresa esteja no mapa digitalmente. Nela, você tem espaço para colocar seu endereço, fotos, horário de atendimento, telefone, entre outras informações. Desse modo, mesmo sem site, você poderá aparecer na busca do Google.

Ao cadastrar o nome do seu empreendimento no Google Meu Negócio, já indique o seu segmento, e não apenas o nome fantasia. Prefira, por exemplo, “Cecília Calçados Personalizados” em vez de utilizar somente “Cecília”. Também tente angariar feedbacks dos seus clientes com o intuito de adicioná-los nesse espaço. Isso, sem dúvida, deixará sua reputação pública ótima e pode trazer mais consumidores.

3. Whatsapp

Acredite: falar com seus clientes pelo WhatsApp já é marketing digital. Porém, não o faça de qualquer maneira. Utilize, de preferência, uma linha telefônica exclusiva para sua empresa, a fim de não misturar as vidas pessoal e profissional. Outra dica é usar o WhatsApp Business, versão gratuita para empresários que possui diversos recursos, como horário de atendimento, catálogo de produtos, site.

Ao realizar seus atendimentos nessa ferramenta, procure seguir horários fixos. Além disso, empregue uma linguagem educada e cuide com a informalidade excessiva. Aqui, você até pode usar um emoticon e abreviar algumas palavras. No entanto, nada de piadas sobre assuntos sensíveis. Evite, ainda, utilizar fotos de perfil em momentos muito pessoais e íntimos, por exemplo.

4. Site e SEO

Para quem está começando, talvez o site não seja a primeira ação que venha à mente. Entretanto, se você realmente quer se profissionalizar no marketing digital, pense seriamente na possibilidade de ter um. O site será um espaço só seu, ou melhor, uma mídia própria da sua empresa. Isso significa que você estará no controle da informação, do design e da disposição de tudo sim!

Ademais, redes sociais e sites de terceiros mudam seus algoritmos, número de usuários e formas de funcionamento a todo momento. Então, é sempre válido ter um espaço virtual só seu. Ainda assim, tenha em mente que apenas “ter” um site não basta.

Ao desenvolver e manter seu site, atente-se sobretudo aos critérios de SEOSearch Engine Optimization.  Em português, essa Otimização para Motores de Busca envolve uma série de medidas que devem ser adotadas no seu site. Desse modo, sua empresa terá maiores chances de ser encontrada na busca gratuita do Google. Alguns exemplos são: atualização constante do site, conteúdo relevante a respeito das suas soluções no mercado, atenção ao tamanho adequado de imagem e texto, tempo de carregamento do site, tráfego, etc.

5. Blog

Como já vimos, parte de um bom marketing digital é ter um site. Porém, é fundamental que, dentro dele, você tenha um blog. Isso influencia bastante em dois critérios importantes de SEO que citamos acima: atualização e conteúdo. O blog contribui, também, com uma estratégia muito assertiva de atração de clientes: o inbound marketing.

Você com certeza já procurou por dicas no Google. Por exemplo: “como fazer marketing digital”. As respostas para esses questionamentos geralmente são encontradas em blogs de milhares de empresas. Ou seja, isso fará com que você conheça uma nova empresa, justamente porque ela postou a resposta de que precisava. E quer exemplo melhor do que o nosso próprio blog da Formiga Marketing?

Além de todas essas vantagens, os posts em blogs permitem que sua empresa seja reconhecida como autoridade naquele assunto. Consequentemente, você terá mais chances de converter seus leitores em clientes, caso não tivesse dividido algum conteúdo com eles.

6. Escolha a rede social adequada

Tem muito pequeno empresário que possui rede social para uso próprio, mas não para sua empresa. E, quando o faz, se equivoca. Portanto, antes de sair criando conta e postando de forma aleatória, reflita, pesquise. Por exemplo: “qual é a rede social mais adequada para meu cliente e meu produto?”

Existe Facebook, Instagram, LinkedIn, YouTube, TikTok, Twitter, Snapchat, entre outros. Se estiver começando, escolha a rede social em que seu consumidor esteja mais presente. Para isso, volte à primeira dica deste artigo, isto é, conheça seu público antes de mais nada. Todavia, caso sua empresa já tenha se consolidado em uma rede social, o próximo passo é analisar e tentar ampliar suas possibilidades.

7. Conteúdo

Não basta ter blog, rede social, WhatsApp e, de fato, não postar conteúdo relevante nesses canais. Afinal, esse conteúdo será a intersecção entre o que você quer falar e o que seu cliente quer ouvir. Por isso, fale sobre seus produtos e seus benefícios. E, principalmente, saiba dialogar de forma próxima com as dores e necessidades do seu público-alvo.

O importante é que você faça isso de maneira consistente por um longo período de tempo. Mesmo que poste uma ou cinco vezes por semana, comprometa-se com essa frequência, sem, também, aumentá-la ou diminuí-la repentinamente. Isso, além ser bom para o algoritmo das redes sociais, inegavelmente criará um relacionamento estreito de conhecimento, lembrança e preferência de marca com sua audiência. Do mesmo modo, suas chances de conversão serão igualmente otimizadas.

Espero que tenhamos ajudado você a criar uma estratégia digital melhor, especialmente no cenário atual em que vivemos. Mas lembre-se: o marketing não se limita apenas à esfera digital. Em sua essência, marketing é uma troca de valor entre você e seu consumidor. Por conseguinte, tanto o seu produto e preço quanto o seu canal de vendas devem estar bem posicionados. Somente assim o marketing digital irá te levar para o próximo nível.

Post a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat
1
Como podemos te ajudar?
Oi! Podemos te ajudar?