Blog

PLANEJAR É FÁCIL, DIFÍCIL É TIRAR O TAL DO PLANEJAMENTO DO PAPEL

set , 11
PLANEJAR É FÁCIL, DIFÍCIL É TIRAR O TAL DO PLANEJAMENTO DO PAPEL

Ouvir que é possível tirar o planejamento do papel soa como rock and roll para muitos empreendedores, diretores e executivos. Se você exerce alguma dessas funções ou precisa tomar decisões estratégicas e implementar um plano de ação, sabe que isso não é fácil.

Aqui na Formiga Marketing, por exemplo, frequentemente ouvimos clientes, ex-clientes e até colegas de profissão dizerem ter dificuldades em aterrissar ideias e implementar um planejamento.

Por isso, com este post, pretendemos justamente te preparar para tirar o planejamento da gaveta e colocá-lo em prática. Vamos lá?

1. PLANEJE O PLANEJAMENTO

Parece óbvio, mas para colocar o planejamento em prática é preciso ter planejado esse tal planejamento. Ou seja, é preciso dedicar algumas – muitas – horas do seu dia para pensar em um plano de ação. Porém, um dado que sempre mostramos aos nossos clientes é que somente durante 1/5 do tempo os líderes pensam no futuro. Esse aspecto só reforça a teoria de que os brasileiros têm baixa ou nenhuma orientação à cultura do planejamento. Com a correria do dia a dia, poucas empresas conseguem executar a estratégia de modo a atingir os resultados planejados. Infelizmente, os gestores se ocupam em dar conta da operação e acabam não conseguindo pensar na estratégia. E a implementação de uma prática de gestão requer esforço inicial significativo para criar um plano e implantá-lo.

 Avaliar o ambiente econômico, entender seu mercado de atuação, conhecer seu público, monitorar a concorrência, definir a modelagem estratégica, desenhar metas e objetivos claros. Tudo isso faz parte do planejamento, e só então você terá um plano de ação a percorrer.

Para se ter uma ideia: o planejamento da Formiga Marketing foi pensado pelas sócias durante 6 meses, em tempo integral, antes de a empresa ser fundada.            

Por isso, fica a reflexão: quanto tempo você investe planejando seu planejamento?

2. VIDA LONGA À SUA EMPRESA

Após a construção do planejamento, o próximo passo é pensar na sua empresa a longo prazo. Defina em quanto tempo você deseja que as atividades sejam implementadas, considerando cada momento em que a empresa estará. Não é necessário entrar em muitos detalhes. Tenha apenas uma visão holística e defina se o planejamento será feito para um período de 3, 5 ou 10 anos.     

Do lado de cá, por exemplo, nosso planejamento foi pensando para um período inicial de 3 anos. Esse, inclusive, é o mesmo período que sugerimos para os planos de ações de nossos clientes.

Mais uma pergunta para sua reflexão: o planejamento da sua empresa foi pensado para qual período?

3. O FUTURO É O AGORA

Até aqui, você tem uma visão de futuro, sabe por que e como fazer. O próximo passo é saber o que fazer. Isto é, as macroações ou projetos que podem tornar realidade sua visão de futuro. Comece colocando essas ações no papel, distribuindo-as no intervalo de tempo que você estimou em seu planejamento. Além disso, defina metas e indicadores para mensurar a evolução da sua jornada. Isso, certamente, será bem mais tranquilo de ser definido, afinal, já analisou seu mercado, refletiu sobre seu público.

As macroações podem e devem permear os diferentes campos da empresa – comercial, vendas, financeiro, equipe, logística, marketing, pesquisa e inovação, etc. Você vai notar que esses “blocos” de ações te guiarão no seu processo de decisão e ajudarão na implementação.

4. O MACRO QUE VIRA MICRO

Pense em um plano de ação voltado para ações diárias de sua rotina. Quando você percorre uma lista com atividades diárias, certamente, fica mais fácil focar nas metas. Além disso, o sucesso é mais efetivo quando se pensa no plano como todo.

Para tal, considere ter um To Do List diário. Assim, ele separa o que é parte de um planejamento maior e mais profundo do que é rotina ou urgência.

 E aí, você já adota essa prática?

5. AS FERRAMENTAS DE TRABALHO SALVAM VIDAS

Use e abuse das ferramentas de trabalho. Existem inúmeras delas: de gestão de projetos, gestão financeira, ferramentas de pesquisa, gestão de processos ou equipe. Elas não precisam ser, necessariamente, de alto custo para garantir o sucesso na implementação do seu plano de ação. Um simples Excel, por exemplo, pode funcionar como banco de dados, orientar no desenho do planejamento e servir de cronograma.

Adote ferramentas de gestão que permitam o acompanhamento e o avanço de uma série de atividades. Assim, é possível verificar o status de uma atividade, quem é seu responsável, qual sua posição no cronograma, seu custo, etc. Ou seja, esse acompanhamento facilita a gestão do processo de execução de uma determinada ação. Ademais, permite que novas medidas sejam tomadas, como alteração de prazos para conclusão, input de novos recursos, troca de responsáveis, etc.

Uma excelente ferramenta que adotamos por aqui é a 5W2H, metodologia cuja base são as respostas para sete perguntas essenciais: what (o que será feito?); why (por que será feito?); where (onde será feito?); when (quando?); who (por quem será feito?); how (como será feito?); how much (quanto vai custar?). Assim, ela nos ajuda a seguir todos os passos relativos a um projeto, tornando sua execução muito mais clara e efetiva.

6. ACOMPANHE CONSTANTEMENTE O PLANEJAMENTO

É preciso planejar sempre, mas apenas esse planejamento não assegura que as ações nunca precisem ser revistas. Por isso, tenha uma margem de segurança em seus prazos de forma que você consiga sempre avaliar cada processo e sobre tempo para pensar em soluções no caso de imprevistos.

Aqui na Formiga Marketing, por exemplo, fazemos quatro tipos de reunião. Reuniões semanais de alinhamento, reuniões mensais de orçamento e indicadores de sucesso, reuniões mensais de pauta de conteúdo e uma reunião anual, para planejamento estratégico do ano seguinte.

 

Para você ler este post hoje, uma pauta de conteúdo foi pensada e aprovada. Houve um estudo prévio sobre o tema e o conteúdo passou por revisão. Depois, pensamos em imagens que conversassem com o tema e definimos a melhor data para sua postagem. Ou seja, todas essas atividades precisaram acontecer dentro de um prazo e foram delegadas para as pessoas responsáveis. Viu? Até para uma aparente simples tarefa é preciso planejamento.

FALE CONOSCO PARA MAIORES DETALHES!